Saques bloqueados: como evitar esse problema em criptomoedas

As exchanges podem bloquear os saques de criptomoedas? Como ocorre o problema de saques bloqueados? Como evitar o risco de saques bloqueados em criptomoedas? Vamos responder estas e outras perguntas no artigo de hoje.
por 
Coin Cloud Team
, publicado em 
6/7/22
Saques bloqueados: como evitar esse problema em criptomoedas
newsletter bitcoin

Saques bloqueados: como evitar esse problema em criptomoedas

A maior corretora de Bitcoin e criptomoedas do mundo em volume, Binance, perdeu sua operadora de depósitos e saques no Brasil em meados de junho. Nos EUA, os intermediários de empréstimos em ativos digitais Celsius Network e Voyager Digital bloquearam os saques de clientes.

Para completar o cenário de incerteza, a plataforma de intermediação financeira digital líder na Ásia, Babel Finance, limitou os saques e informou grandes prejuízos operacionais. O risco de insolvência, a falta de ativos para honrar saques, também rondou a corretora CoinFLEX e a gestora de criptos BlockFi.

Como ocorre o problema de saques bloqueados?

O usuário perde o controle direto quando opta por serviços custodiais, onde os valores digitais ou dinheiro ficam depositados nas contas de terceiros. Desse modo, quando transfere ou deposita em uma corretora (exchange), somente esta instituição possui acesso aos valores.

Quando o usuário solicita um saque, o “dono” do dinheiro, ou ativos digitais, é esse intermediário. Ou seja, o usuário não possui acesso às 12 ou 24 palavras de segurança do endereço digital das moedas na exchange

De maneira similar, as contas bancárias são de titularidade da empresa, e o usuário fica com um “crédito” ou “recebível”. O importante é entender que o serviço custodial depende da confiança em terceiros.

Consigo recuperar valores após o intermediário bloquear saques?

Depende. Talvez seja possível obrigar o arresto de bens através da justiça, porém é importante analisar o contrato de prestação de serviços. Se a empresa em questão utilizar estruturas fora do país, fica mais complicado conseguir reivindicar seus direitos.

Todos esses intermediários citados operam de maneira centralizada, mesmo quando oferecem algum tipo de balancete auditado. A contabilidade trata de uma “foto”, um momento específico no tempo, tornando impossível avaliar a cada instante os saldos e disponibilidades dessas empresas.

Como evitar o risco de saques bloqueados em criptomoedas?

Basta optar por serviços não-custodiais, leia-se, quando a empresa intermediária não é “dona” das moedas e valores dos clientes. Por exemplo, na Coin Cloud Wallet, nosso aplicativo gratuito de carteira digital de criptomoedas, somente o usuário possui acesso às senhas.

Em resumo, não existe uma cópia de segurança na empresa, ou dados armazenados em servidores na nuvem (cloud). Mesmo que você tenha comprado esses ativos digitais em serviços convencionais, transferindo para carteira digital Coin Cloud Wallet seu risco é zero.

Todos os intermediários apresentam o mesmo risco?

Não. Você compra e vende Bitcoin e ativos digitais na Coin Cloud usando dinheiro, eliminando assim o risco de ficar sem transferências e saques. Nossos caixas eletrônicos (ATM) de criptomoedas estão localizados em mais de 20 cidades no Brasil.

Ao usar uma corretora, você precisa transferir o dinheiro e aguardar que a instituição libere o valor para efetuar a compra. Na ponta oposta, na hora de sacar, é comum encontrar prazos de até 2 dias úteis, ou regras que mudam toda hora exigindo envio de documentos.

Na Coin Cloud você fica livre do risco de saques bloqueados ou indisponibilidade de PIX e TED. Tudo é feito na hora, de forma simples e rápida, informando apenas seu e-mail e CPF.

Quem são Celsius Network e Voyager Digital?

Essas empresas ofereciam depósito remunerado, uma espécie de poupança digital, e a Voyager Digital conta inclusive com ações negociadas na bolsa de valores do Canadá. Baseado em Nova Jersey, nos EUA, a empresa perdeu mais de 1,8 bilhões de dólares de seus clientes.

No seu auge em outubro de 2021, a Celsius afirmava ter mais de 28 bilhões de dólares de clientes em depósitos, e distribuía mensalmente retornos de até 18% anualizados.

Para dar a sensação de segurança, a Celsius Network dizia que os depósitos eram garantidos pelo custodiante Fireblocks. Mesmo que exista tal contrato, não cobre moedas alocadas em aplicações de finanças descentralizadas ou depositadas na conta de terceiros.

A Coin Cloud é segura e confiável?

Sim, a Coin Cloud é uma empresa de serviços monetários licenciada e devidamente registrada no Brasil. Além disso, somos a maior empresa em caixas eletrônicos (ATMs) de Bitcoin e moedas digitais, em atuação desde 2014.

Somos registrados como “Money Services Business (MSB)” na FinCEN, órgão de fiscalização do Tesouro norte-americano. Por isso, fique tranquilo ao comprar e vender criptomoedas em dinheiro usando os caixas eletrônicos da Coin Cloud.

ganhe presente bitcoin

Isenção de responsabilidade: as informações e visualizações fornecidas no blog Coin Cloud são apenas para fins educacionais e de entretenimento. Não somos consultores financeiros, portanto, faça sua pesquisa e consulte um especialista financeiro de confiança antes de investir seu dinheiro.

Quem é a Coin Cloud? Fundada em 2014 em Las Vegas, Nevada, a Coin Cloud é a principal operadora de máquinas de moeda digital (DCM). Com mais de 4.000 locais no mundo, a Coin Cloud opera a maior rede do mundo e de crescimento mais rápido de DCMs 100% bidirecionais, uma versão mais avançada do ATM de Bitcoin. Todos os nossos caixas eletrônicos permitem que você compre e venda rápida e facilmente mais de 40 opções de criptomoedas com dinheiro.

Ganhe R$20 em Bitcoin GRÁTIS

Ao comprar R$100 em Bitcoin em qualquer ATM da Coin Cloud!

Use o código promocional COINCLOUDBR na máquina. Válido somente para primeira compra.

Insira seu e-mail para novidades, promoções e muito mais...

Pronto! Agora, quando tivermos ofertas e novidades de moedas digitais, você receberá nesse e-mail cadastrado. Você pode cancelar sua assinatura a qualquer momento.
Hmm... Looks like something went wrong while submitting the form. Please try again.
Leia nossos Termos de Serviço para mais detalhes

Dúvidas? Precisa de ajuda?
Entre em contato com nossa equipe de suporte, de segunda a sexta das 09:00 às 20:00 e finais de semana das 11:30 às 20:00